Jujuba Jóias
moda
tendências
viagens
beleza
decor
cultura
culinária
13 ago 2021

Os animais de estimação também são vítimas dos inúmeros imprevistos que podem ocorrer dentro do lar. Intoxicações, fraturas, quedas, engasgos, queimaduras e choques elétricos estão na lista de possibilidades de acidentes que todo pai e mãe de pet precisa ter muita cautela.

Cães e gatos estão sempre em busca de diversão, desta maneira todo o ambiente da casa passa a se tornar um campo exploratório para novas aventuras. Segundo a médica veterinária Amanda Peres, da área de Confiança & Segurança da DogHero, maior empresa de prestação de serviços para animais de estimação da América Latina, é justamente esse comportamento dos pets que faz com que os cuidados com a segurança deles sejam necessários.

“Mesmo com a permanência em casa, muitos tutores se encontram atarefados com a rotina de trabalho e compromissos. Portanto, qualquer momento é propício para os animais testarem sua curiosidade. Com isso, acidentes podem acontecer, principalmente se estiverem sozinhos e forem filhotes”, explica Amanda.

A prevenção, aconselha a médica veterinária da DogHero , vai garantir a saúde e o bem-estar dos animais de estimação e evitar aborrecimentos. “Os tutores precisam fazer algumas adaptações no ambiente para a segurança do pet. Decoração com enfeites de vidro, objetos pontiagudos e cortantes, por exemplo, oferecem risco. Produtos de limpeza devem ser guardados fora do alcance deles. São tóxicos, muitas vezes inflamáveis e sua inalação ou ingestão pode ter consequências graves ou até fatais”.

A atenção para evitar quedas é outra necessidade para que o pai ou mãe de pet fique atento. Jade Petronilho, médica veterinária e coordenadora de conteúdo da Petlove, menciona que principalmente filhotes e raças de pequeno porte, são mais vulneráveis, mesmo nas situações simples do dia a dia.

“Dependendo do tipo de acidente, o pet pode sofrer uma lesão grave nos membros, na coluna ou até mesmo no crânio. Para que o cãozinho não exagere ao saltar de pequenas alturas, é ideal providenciar escadinhas apropriadas que se adaptem ao móvel e fiquem firme, gerando segurança para o pet utilizar o objeto. Pulos, em geral, causam impactos e dependendo do cão, esse impacto pode gerar consequências para toda a vida”, orienta Jade.

Outro alerta da médica veterinária da Petlove é sobre deixar medicamentos em lugares fáceis do pet alcançar. “Muitos medicamentos humanos são tóxicos para os cães e gatos. Alguns podem causar problemas graves ou até levá-los à morte. Infelizmente, muitas pessoas têm o hábito de medicar os pets por conta própria sem fazer ideia do risco que podem causar. O descuido em casa também é algo frequente, por isso, sempre que suspeitar que o pet tenha ingerido algum medicamento sem orientação de um profissional, é indicado levá-lo imediatamente ao médico veterinário para receber o tratamento de suporte necessário”.

Veja outras orientações das médicas veterinárias para evitar acidentes domésticos com o pet:

Grades e portões para isolar o ambiente

São práticos, fáceis de instalar e muito eficientes para manter o bem-estar dos pets. Permitem que o cãozinho permaneça no local desejado pelo tutor, garantindo sua segurança no ambiente. Indicada para cães de pequeno e médio porte. Ideal para isolar ambientes do lar e delimitar o espaço, a fim de evitar que o pet circule por locais indesejados . Protege do perigo de acidentes em escadas e outros ambientes como banheiros, cozinha, lavanderia etc.

Rede de proteção para janelas

O tutor do pet precisa considerar este item importante para evitar acidentes e fugas. A rede serve de proteção e evita que o animal de estimação se choque com a janela e cause sérias lesões. Para quem é pai ou mãe de um felino, por exemplo, é preciso escolher um material resistente (nylon ou polietileno). Outra consideração válida é o tamanho da tela, a medida 3×3 (buraco de 3 cm) é ideal para tanto para pets filhotes e/ ou de pequeno e grande porte, pois evita que o animal de estimação coloque o focinho dentro do furo da tela e morda as cordinhas da rede de proteção. Todo o cuidado é pouco. E é justamente aí que a rede de proteção entra.

Escada ou rampa para o cãozinho

Este item auxilia o animal de estimação a subir ou descer de locais altos , como camas ou sofás. Facilita a locomoção de pets idosos, pois os auxilia a fazer menos esforço na locomoção pela casa. A escada ou a rampa ajuda a evitar acidentes mesmo para os pets saudáveis, pois os filhotes e raças de pequeno porte se esforçam muito no dia a dia, para subir ou saltar, por terem as perninhas curtas. Tanto a escada como a rampa previne que eles se machuquem e venham a ter problemas nas articulações.

Suporte para o comedouro do pet

Esse acessório promove segurança na hora das refeições . Evita o risco de engasgos pois o pet não precisa forçar tanto o pescoço. Como o comedouro fica mais elevado, isso promove maior facilidade também para animais idosos na hora da alimentação. O item também ajuda a rotina dos pets que estejam com algum desafio de mobilidade.

Medicamentos longe do pet

Os cães descobrem o mundo utilizando bastante seu olfato. Remédios em cima da mesa, banquetas, mesa de cabeceiraetc., podem chamar a atenção dos pets. Portanto, mantenha bem longe do alcance deles os medicamentos que você tem em casa. Bolsas com zíper, guardadas em armários com portas em lugares altos são as opções mais indicadas e seguras para guardar medicamentos em casa.

Cuidado com as lareiras

Os felinos domésticos adoram ficar deitados sobre superfícies aquecidas. Por isso, na tentativa de buscar um local bem aconchegante para ficar, o pet pode se machucar com gravidade. Seja caindo na própria lareira, se queimando nas superfícies quentes ao redor ou até mesmo sendo atingido por fagulhas. Isso, sem esquecer de outros itens que podem ser bem perigosos também, como: acendedores, inflamáveis, espetos, entre outros. Uma boa maneira de prevenir que a curiosidade do pet resulte em acidente, é deixar os objetos dele bem afastados do fogo. Brinquedos, arranhadores, caixinha de areia e pote de comida, absolutamente tudo deve ficar a uma distância segura da lareira. Fazer uso de cercadinhos também é uma excelente alternativa para aumentar ainda mais a proteção, que não deve acabar mesmo na hora que o fogo da lenha desaparecer. Lembre-se de que a brasa é muito perigosa e leva um bom tempo até sumir completamente. E, cuidado com a fumaça! Outro ponto que merece muita atenção, é em relação ao monóxido de carbono emitido pelo fogo. A emissão deste gás pode trazer graves problemas para a saúde dos pets, portanto, certifique-se que a lareira tenha boa saída para a fumaça e nunca deixe o ambiente totalmente fechado. O tutor precisa ficar atento ao pet, e se ele apresentar alguns sinais como: dificuldade em respirar, tosse ou espirros frequentes, inquietude, letargia, movimentos descoordenados ou perda de apetite, deve acionar imediatamente um médico veterinário e acabar com o fogo da lareira. Lembre-se que o monóxido de carbono é inodoro, insípido e incolor, portanto, um inimigo invisível que não se pode ignorar.

Fonte: Rosangela Andrade ([email protected]) / médica veterinária Amanda Peres, da área de Confiança & Segurança da DogHero

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS

04 ago 2021

Assim como as pessoas, os cachorros também precisam de uma alimentação adequada para manter a saúde em dia e prevenir diferentes doenças. Com um relacionamento entre humanos e pets mais afetivo, a tendência do mercado de rações mais naturais está em crescimento em todo o mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, o segmento movimentou 22 bilhões de dólares em 2020.

Jade Petronilho, médica veterinária e coordenadora de conteúdo da Petlove, maior plataforma online de produtos e serviços para pets do Brasil, comenta que é essencial ter cuidado redobrado com a alimentação dos cães, já que eles não percebem a diferença sobre o que é saudável e o que faz mal ao organismo deles. E reforça: “a dieta dos cães deve ser seguida conforme indicação de um médico veterinário. Existem rações que não contêm transgênicos, conservantes artificiais, nem corantes, consideradas mais saudáveis, e a melhor opção, bem como as quantidades diárias, deve ser definida com um profissional”.

Os cães são considerados carnívoros em transição e, por isso, devem seguir uma dieta que tenha proteínas de qualidade e na quantidade ideal. As proteínas são compostas por aminoácidos, que auxiliam no bom funcionamento do organismo e participam de uma série de processos. Temos os essenciais, que devem estar presentes na dieta, e os não essenciais, que o próprio corpo é capaz de produzir. As rações feitas para cachorros devem oferecer tudo o que o pet necessita em termos nutricionais e, por isso, as de melhor qualidade não precisam de suplementação ou “algo a mais” na dieta.

“É essencial que os cachorros recebam a dose diária recomendada de cada nutriente para manter sua saúde, por isso, antes de adicionar qualquer outro alimento à rotina do seu cão, o ideal é consultar um profissional. Ao oferecer constantemente petiscos, frutas e legumes, por exemplo, podemos causar um desequilíbrio nutricional e colaborar com o sobrepeso e a obesidade. As rações naturais, em geral, são de excelente qualidade e contam com ingredientes de primeira linha, podendo ser uma ótima alternativa para a saúde do animal”, complementa Petronilho.

A Petlove lançou com exclusividade no mercado nacional a True, única ração super premium do Brasil sem farinha de vísceras – um subproduto proveniente da indústria alimentícia não destinado ao consumo humano – e com ingredientes naturais: frango, batata-doce, cenoura, brócolis e arroz integral. Feita com carne de verdade, a True não tem transgênicos, conservantes artificiais e corantes e conta com o enriquecimento do Natural Complex, uma fórmula natural exclusiva rica em antioxidantes composta por Aloe Vera, Chá Verde, Cúrcuma, Alecrim, Marigold e algas marinhas, que fortalecem as defesas do organismo dos pets.

André Romeiro, criador da True, comenta: “Desenvolvemos a True para oferecer um alimento mais natural e mais próximo da nossa própria alimentação, para que os pais e mães de pet possam alimentar seus pets com ingredientes saudáveis, nutritivos e que eles mesmo comeriam”.

True está disponível com exclusividade na Petlove , que tem ainda o maior portfólio de produtos pet do Brasil.

Fonte: Olivia Moderno ([email protected])

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS

23 jul 2021

Um dos hobbys mais praticados dos últimos anos, é a jardinagem. Segundo a ferramenta Google Trends, as buscas pelo termo “kit de jardinagem” cresceram 180% durante a pandemia, entre março e junho de 2020. Mas cuidar das plantas pode não ser uma tarefa tão simples para os iniciantes que, com a inexperiência, podem danificar as mudas. Pensando em ajudar aqueles que querem reanimar suas plantinhas, Adelson dos Santos Fernandes, jardineiro em São Paulo e cadastrado no GetNinjas, maior aplicativo para contratação de serviços do Brasil, compartilhou algumas orientações importantes para florir seus vasinhos, acompanhe:

Atenção às folhas:
Só de bater o olho, já dá para ver se uma planta está saudável ou não por conta das suas folhas. De acordo com Adelson, uma planta sadia é aquela que tem folhas verdes e brilhantes. Entretanto, quando as folhas apresentam aspectos desbotados, murchos, amarelados e quebradiços, é necessário acender um sinal de alerta. Segundo o profissional, inúmeros fatores podem desencadear esses sinais. “Pode ser a falta ou até mesmo o excesso de água, local inadequado, pouca ou muita luz. Tudo depende, primeiramente, do tipo de planta que estamos lidando”, comenta o jardineiro. Sendo assim, o recomendável é estudar o espécime em questão e testar pequenas mudanças na rotina.

Falta de nutrientes:
Caso mudanças como a quantidade de água, alteração de local/espaço não funcionem, é interessante investigar se a planta não está sofrendo com a escassez de nutrientes. “As plantas com deficiência de nutrientes (cálcio, ferro, fósforo, potássio e magnésio) apresentam um crescimento lento e folhas amareladas. Além disso, a falta de tais substâncias também inibe a floração e abortamento de frutos”, explica Adelson. Para solucionar algumas dessas carências, pode ser interessante investir em fertilizantes orgânicos, em adubos minerais ou até mesmo em itens caseiros como casca de ovo triturada ou borra de café.

Pragas:
De acordo com Adelson, as pragas mais comuns são as formigas cortadeiras (também conhecidas como saúvas), lesmas/caramujos, lagartas, pulgões e cochonilhas. A identificação das pragas pode ser feita durante a análise das folhas, já que tais pestes costumam deixar um rastro de destruição das plantinhas. O profissional explica que as folhas cortadas são indícios de formigas, caramujos e lagartas. Já quando as folhas apresentam manchas, o vilão da vez é o pulgão. Por fim, a característica que revela a presença de cochonilhas é o aspecto esbranquiçado das folhas. Para lidar com tais pragas, é interessante investir no uso de inseticidas industrializados ou caseiros.

Sobre o GetNinjas
Disponível nas plataformas digitais – Android, iOS e web -, o GetNinjas é um aplicativo para contratação de serviços.

Fonte: Shayenne Pires ([email protected])

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS

19 jul 2021

Seja por conta do trabalho/estudo ou pela diminuição de renda, muitos brasileiros mudaram de endereço nos últimos anos. Segundo um estudo do QuintoAndar em parceria com a Offerwise, um em cada seis entrevistados mudaram de endereço. Além de todos os preparativos que envolvem a mudança, os tutores de pets têm tido uma preocupação maior com a adaptação dos bichinhos de estimação na casa nova. Pensando em ajudar os pais e mães de pets com essa transição, José Jorge Sales, adestrador cadastrado no GetNinjas, maior aplicativo de contratação de serviços do Brasil, dá dicas de como fazer com que o momento seja menos estressante para todos.

Realize uma visita prévia!
Quando o novo imóvel for escolhido, é interessante que os tutores levem o pet para conhecer o local. Segundo José, essa visita é importante, pois dessa forma o animal se aventura pelo espaço, conhece os novos cheiros e também demarca território, sem a correria da mudança. Durante as idas, é recomendável que os tutores mostrem o local correto das necessidades fisiológicas, brinquem com o cachorro e deem os petiscos favoritos. “Os tutores devem possibilitar que os cães façam uma associação positiva com a casa e que entendam que um espaço novo não é necessariamente algo ruim”, explica o adestrador.

Atenção ao tempo de adaptação!
Apesar de serem territorialistas, o tempo de adaptação dos cachorros não costuma se alongar muito. “Os cães costumam ter um tempo de adaptação rápido em comparação com os gatos. Os felinos demoram um pouco mais e levam, em média, um mês para se estabelecerem em um espaço novo”, comenta o profissional. Entretanto, durante essa transição, os pets podem desenvolver comportamentos incomuns por conta da ansiedade e estresse, tais como tentar fugir, latir com mais frequência, fazer as necessidades no lugar errado e até destruir coisas. Para lidar com essas situações, os pais do cachorro devem ter paciência e se empenharem na construção de uma rotina acolhedora para o animalzinho.

Mantenha a Rotina!
“Os animais de estimação se adequam muito bem com rotinas, e quando você se muda e há uma alteração no dia a dia, consequentemente, os animais se sentem frustrados e estressados por estarem em um ambiente desconhecido”, comenta o profissional. Sendo assim, apesar da mudança de casa ser uma grande alteração no cotidiano dos cães, é interessante que os tutores busquem minimizar a quebra do cotidiano. Na prática, os pais de cachorros devem, na medida do possível, manter os horários dos passeios e os horários de alimentação do animal.

Sem estresse!
Além de evitar que mudanças profundas na rotina do animal aconteçam, os tutores também devem se atentar ao próprio comportamento. A mudança de casa pode ser desgastante e estressante, mas esse nervosismo também pode afetar o comportamento dos pets, tanto durante, quanto depois da mudança.

Sobre o GetNinjas
Disponível nas plataformas digitais – Android, iOS e web -, o GetNinjas é um aplicativo para contratação de serviços.

Fonte: Shayenne Pires ([email protected])

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS

Sobre a Mariah

Oiii bloguetes, sejam bem vindas (os) !!

Este é o nosso espaço, onde divido com vocês as minhas idéias, viagens, novidades sobre beleza e claro, vídeos pra lá de engraçados com dicas de cabelo, maquiagem, receitas… Tudo o que nós gostamos de saber!

O blog existe desde Outubro de 2007 e, quando comecei nessa vida de blogueira, não imaginava no que ele poderia se transformar um dia! Graças à vocês, que estão comigo todos os dias, o blog tem muitos acessos e ficou conhecido no Brasil e exterior.

Não posso deixar de mencionar um fato que sempre me faz muito feliz (muito mais do que acessos, comentários, anúncios),que é conhecer cada uma de vocês!!! Nada melhor do que fazer novas amizades, e até quem sabe, novos negócios!

Essa é a nossa casa! E vamos continuar com o nosso papinho de amigas (os)?

Beijos com carinho,
Mariah

Fale com a Mariah

Olá, bem vindos!!

Endereço para contato do Blog da Mariah:
Rua General Glicério, 870 / Centro / Araçatuba-SP / CEP: 16010-080

ou no email: [email protected]

Obrigada!!

Receba nossa newsletter

e acompanhe a Mariah nas redes sociais!

Anuncie

Tem interesse em anunciar no Blog da Mariah?
Por favor, não hesite em entrar em contato conosco no email

[email protected]

Obrigada!