Jujuba Jóias
moda
tendências
viagens
beleza
decor
cultura
culinária
28 ago 2020

Todo mundo sabe que alimentação saudável e equilibrada com frutas e vegetais frescos pode melhorar sua saúde e bem estar, fornecendo vitaminas e minerais importantes para o suporte imunológico. Mas comer frutas e verduras não é a única maneira, você também pode beber. De fato, algumas pessoas preferem beber suco a comer as porções recomendadas ao dia.

Algumas combinações oferecem ótimo sabor além de nutrientes essenciais. Confira algumas sugestões da nutricionista Adriana Stavro:

SUCO DE LARANJA, CENOURA E CURCUMA

cenoura é uma fonte de betacaroteno, que se converte em vitamina A no organismo. A vitamina A desempenha papel importante na regulação do sistema imunológico.

A laranja é fonte de vitamina C. Um antioxidante que protege as células de substâncias nocivas.

A cúrcuma (curcumina) é conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias antiviral e antifúngico.

Ingredientes
● 200 ml de água filtrada
● 1 laranja sem casca e sem sementes
● 1 cenoura pequena descascada e picada
● 1/4 de colher de chá de açafrão ou cúrcuma
Bata todos os ingredientes no liquidificado. Coe e beba em seguida.

MORANGO E TANGERINA
Este suco delícia fornece super dose de antioxidantesIngredientes
● 200 ml de água filtrada
● 1 tangerina sem casca e sem sementes
● 5 morangos médios
Bata todos os ingredientes no liquidificado e beba em seguida.
MORANGO COM KIWI E HORTELÃ

Os kiwis e os morangos são frutas doces e cheias de vitamina C, e a hortelã é fonte de folato, vitamina A, magnésio e zinco.Ingredientes
● 200ml de água filtrada
● 1 kiwi sem casca
● 5 morangos médios
● 10 folhas de hortelã
Bata todos os ingredientes no liquidificado e beba em seguida.

CENOURA, GENGIBRE E AÇAFRÃO

Este suco traz três vegetais importantes para suporte a imunidade e para diminuir quadros inflamatórios. A inflamação é uma resposta imune a infecções. Este trio, podem amenizar sintomas de gripes, resfriados, coriza, tosse e dores no corpo. Pessoas com artrite reumatoide podem se beneficiar com esse suco, pois o açafrão e o gengibre têm efeitos anti-inflamatórios.Ingredientes
● 200 ml de água filtrada
● 3 pedaços de 2 cm de gengibre sem casca
● 1 Colher de café de cúrcuma
● 1 cenoura pequena descascada e picada
Bata todos os ingredientes no liquidificado e beba em seguida.

ESPINAFRE, PEPINO, COUVE, MELÃO E LIMÃO

Um suco verde à base de vegetais é uma boa dose de nutrientes fundamentais para o sistema imunológico. Adicione salsa para uma porção extra de vitamina B-6.

Ingredientes
● 200 ml de água filtrada
● Suco de 1 limão
● 1 Pepino pequeno
● 1 Folha de couve
● 1 Fatia média de melão
● 5 Folhas de espinafre (cozido)
Bata todos os ingredientes no liquidificado e beba em seguida.

Auxilio texto: Ana Felix / Ana Lima Comunicação ([email protected]) / Adriana Stavro – Nutricionista Funcional e Fitoterapeuta
Imagens: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS

22 Maio 2020
Quem me acompanha sabe que eu tenho olheiras…sempre falo isso. Tenho um corretivo sempre à mão, rs. Recebi essa sugestão de pauta e na hora pensei em dividir com vocês, pois sei que é algo que incomoda em quem tem. Confiram:

Olheiras podem surgir em mulheres e homens. Mas, como identificá-las e tratá-las? Os tratamentos diferem entre homens e mulheres? A dermatologista especialista em cosmiatria e parceria Ricca, Luciana Garbelini, responde essas e outras dúvidas sobre os diferentes tipos de olheiras. 

O QUE SÃO OLHEIRAS?

“Basicamente, as olheiras são manchas escuras localizadas nas pálpebras que aparecem em decorrência de vasinhos que se tornam visíveis abaixo da camada fina de pele. Para se ter uma ideia, a pele do restante do corpo pode vir a ter cerca de 2 milímetros de espessura, enquanto a pele da região dos olhos tem em média 0,5 milímetro. Por isso, essa área está mais favorável ao aparecimento de colorações escuras”, explica Garbelini.

QUAIS SÃO OS TIPOS DE OLHEIRAS?

• Olheiras profundas – são recorrentes em pessoas com o globo ocular naturalmente mais profundo, por questões genéticas, ou por perderem o preenchimento natural devido ao envelhecimento ou perda intensa de peso.

• Olheiras vasculares – podem apresentar tons azulados, arroxeados ou avermelhadas e aparecem devido à má circulação do sangue depois de noites mal dormidas.

• Olheiras pigmentares – geralmente são identificadas pelos tons amarronzados e são mais frequentes em pessoas com excesso de melanina ao redor dos olhos.

• Olheiras mistas – este é o tipo mais comum entre as possíveis olheiras, que significa olheiras que possuem mais de uma causa e que, muitas vezes, estão associadas ao seu desenvolvimento, como genética, bolsas de gordura ou flacidez, acúmulos de vasos, entre outros.

COMO TRATÁ-LAS?

• Máscaras hidratantes – “Máscaras para tratar a região dos olhos são ótimas apostas para amenizar o aspecto escuro das olheiras. Opte para as que oferecem ativos como extrato de aloe vera, pepino e ácido hialurônico”, sugere a especialista, que esclarece porque priorizar tais ingredientes, “quando combinados, esses componentes se tornam grandes aliados no combate às olheiras por hidratarem a região e aumentarem a oxigenação, evitando a hiperpigmentação e que a área fique mais escura.”

• Compressas de água – Para suavizar as olheiras, Garbelini indica compressas de água fria. “A baixa temperatura das compressas provoca a vasoconsticção, que nada mais é do que a diminuição dos vasinhos pela redução de circulação do sangue na área sensível”, explica a parceira Ricca. Porém, Garbelini faz um alerta, “é importante não deixar a compressa muito gelada, já que, por ter a pele mais fina, a região pode queimar com mais facilidade.”

• Dermocosméticos clareadores – “Algumas versões de dermocosméticos orgânicos possuem extrato de Erva Tostão e são as mais indicadas por conta da ação uniformizante e clareadora que agem em hiperpigmentações, atenuando o aspecto escurecido das pálpebras, além de promover a uniformização do tom da pele”, explica a dermatologista.

• Massagens na região – “Massagear a região das pálpebras funciona como uma drenagem linfática e pode ajudar diminuir o edema da área”, pondera a dermatologista que dá o passo a passo. “Aplique um creme próprio para a região dos olhos e com o dedo anelar deslize com suavidade, do canto interno da pálpebra superior para o canto externo, fazendo uma leve pressão. Depois, repita o processo na parte inferior dos olhos. Para finalizar, dê leves batidinhas na região com a ponta dos dedos indicador e médio.”
Auxilio texto: dermatologista especialista em cosmiatria e parceria Ricca, Luciana Garbelini.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS

22 abr 2020

Doar sangue ou plaquetas é uma experiência muito gratificante. Com apenas uma doação de um litro é possível salvar até 3 vidas. Toda vez que uma pessoa doa sangue, ele ajuda pacientes com câncer, transplantados, queimados, bebês prematuros, entre muitos outros.

Os doadores podem sentir certos efeitos colaterais como fadiga ou tonturas. Além disso perdem um pouco de ferro.No entanto, isso pode ser corrigido com nutrição equilibrada incluindo principalmente alimentos fonte de ferro, vitamina C, B2 e B9. As sugestões a seguir podem ajudá-lo a se preparar e evitar possíveis desconfortos e carências.

A nutricionista Adriana Stavro recomenda alguns alimentos para serem consumidos um dia antes no dia da doação de sangue.

Um dia antes da doação
· Consuma alimentos ricos em vitamina C (laranja, limão, acerola, abacaxi), estes ajudam absorver o ferro não heme (espinafre, acelga, couve, beterraba e couve, lentilhas e feijões) consumido;

· Com a alimentos ricos em ferro tais como frango, peru, ovos, peixe, marisco, carne e vísceras (fígado bovino ou frango);

· Consuma pelo menos 2 porções de verduras e legumes, e 3 porções de frutas;

· Durma pelo menos oito horas;

· Beba água (40 ml por kg de peso);

· Evite alimentos gordurosos como hambúrgueres e batatas fritas;

· Não ingerir bebidas alcoólicas 48 horas antes da doação, pois pode levar à desidratação;

· Se for doar plaquetas, não tome aspirina 48 horas antes;

· Não faça atividade física extenuante;

No dia da doação
· Tome café da manhã ou almoce (depende do horário marcado), antes do procedimento. Não doe sangue com o estômago vazio. As pessoas geralmente se sentem fracas depois de doar. Por isso, alimente-se antes;

· Beba água (40ml por kg de peso) ou chás;

· Você deve continuar bebendo líquidos após a doação;

· Consuma proteínas magras (frango, peixe, ovos, carnes) arroz integral ou macarrão integral, verduras, legumes e frutas;

· Evite alimentos gordurosos, como hambúrgueres, batatas fritas, pizza, feijoada;

· Não ingerir bebidas alcoólicas, pois pode levar à desidratação;

No dia seguinte da doação
Consuma alimentos ricos em vitamina C (laranja, limão, acerola, abacaxi), pois eles ajudam seu corpo a absorver o ferro consumido;

· Coma alimentos fontes de ferro: frango, peru, ovos, peixe, marisco, carne, vísceras(fígado bovino ou de frango), espinafre, acelga, couve, beterraba, couve, lentilhas e feijões;

· Beba água (40 ml por kg de peso);

· Evite alimentos gordurosos, como hambúrgueres, batatas fritas, pizza e feijoada;

· Não ingerir bebidas alcoólicas até 48 horas após a doação de sangue, pois pode levar à desidratação;

· Não faça atividade física extenuante;

Importante:
Evite bloqueadores de ferro

Alguns nutrientes interagem negativamente com a absorção de ferro. Mantenha um intervalo de ingestão de 3 horas (no mínimo) entre estes nutrientes. Os alimentos que reduzem a absorção de ferro no organismo são o leite e derivados, chá preto, café e chocolate

Coma alimentos ricos em ácido fólico (B9)
É importante substituir as células sanguíneas perdidas durante a doação de sangue. Seu corpo precisa de ácido fólico para produzir novos glóbulos vermelhos. Os alimentos fontes são o espinafre, couve nabos, couve de Bruxelas, brócolis, espargos, nozes, sementes, grão de bico, lentilhas, abacate

Riboflavina ou vitamina B2
Juntamente com o ácido fólico, a riboflavina também é necessária pelo organismo para produzir glóbulos vermelhos. Os alimentos ricos em riboflavina incluem o fígado, cogumelos, espinafre, nozes, sementes, leite e derivados, carnes de aves e ovos.

Auxilio texto: Ana Felix / Ana Lima Comunicação ([email protected]) e nutricionista Adriana Stavro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS

19 fev 2020

Adotar uma alimentação saudável ainda na idade infantil não é uma tarefa fácil por certamente esbarrar em obstáculos como a resistência a alguns tipos de comida, e a variedade de produtos industrializados destinados a esse público. Apesar de ser uma missão árdua, a nutricionista do Hospital Emundo Vasconcelos, Silvia Messalem, garante que os resultados positivos não se limitam a esse período, e prolongam até a fase adulta.

Os benefícios citados pela especialista estão ligados à queda nas chances de complicações associadas à alimentação e doenças crônicas. Ela reforça que é muito importante o incentivo desde o nascimento, não só para garantir uma rotina de bons hábitos, mas para também tornar algo natural e evitar um desfalque de nutrientes ao organismo.

“Adultos que crescem com maus hábitos alimentares acabam tendo uma alimentação sem variedade de vitaminas, minerais e nutrientes. Muitas vezes baseada em mais carboidratos simples, refinados e gordura saturada, e não alimentos integrais, proteínas de boas fontes, o que gera, além de obesidade, carências nutricionais e doenças crônicas”, explica.

Além disso, quando essa educação não é transmitida ainda na infância, a reeducação alimentar na fase adulta também se torna mais complicada. “Quando essa criança que não foi acostumada a ter hábitos saudáveis se torna adulta, essas mudanças de rotina alimentar, se tornam muito mais difíceis, e o adulto muito resistente a querer melhorar ou mudar de comportamento”, salienta a nutricionista.

Para que isso não ocorra, Silvia separou algumas importantes dicas de alimentação para as crianças:

1. Quando a comida for rejeitada, não desista de primeira. Tente doze vezes cada alimento, até que ela aceite. Mas é importante alternar as formas de apresentação e cocção destes alimentos.

2. A partir dos dois anos, é comum a criança apresentar mais independência, por isso, os responsáveis devem disponibilizar boas opções, com alimentos novos, a fim de manter uma alimentação saudável sem monotonia.

3. Quanto mais colorido o prato, mais nutrientes oferecidos ao organismo. Além disso, ajuda a despertar a curiosidade da criança.

4. O exemplo da família é muito importante para a formação da criança. As atitudes vistas em casa serão sempre copiadas, desde a forma de interagir, falar, até mesmo a forma de alimentar-se.

5. Pelo menos até os dois anos não se deve ofertar nenhum tipo de alimento açucarado/industrializado/processado para a criança. Em uma alimentação saudável, já temos a oferta dos açucares naturais vindo das frutas e alguns carboidratos, suficientes para suprir as necessidades metabólicas.
Auxilio texto: Rhayssa Nascimento ([email protected])
Imagem: https://blogs.ne10.uol.com.br
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
6 amaram

POSTS RELACIONADOS

Sobre a Mariah

Oiii bloguetes, sejam bem vindas (os) !!

Este é o nosso espaço, onde divido com vocês as minhas idéias, viagens, novidades sobre beleza e claro, vídeos pra lá de engraçados com dicas de cabelo, maquiagem, receitas… Tudo o que nós gostamos de saber!

O blog existe desde Outubro de 2007 e, quando comecei nessa vida de blogueira, não imaginava no que ele poderia se transformar um dia! Graças à vocês, que estão comigo todos os dias, o blog tem muitos acessos e ficou conhecido no Brasil e exterior.

Não posso deixar de mencionar um fato que sempre me faz muito feliz (muito mais do que acessos, comentários, anúncios),que é conhecer cada uma de vocês!!! Nada melhor do que fazer novas amizades, e até quem sabe, novos negócios!

Essa é a nossa casa! E vamos continuar com o nosso papinho de amigas (os)?

Beijos com carinho,
Mariah

Fale com a Mariah

Olá, bem vindos!!

Endereço para contato do Blog da Mariah:
Rua General Glicério, 870 / Centro / Araçatuba-SP / CEP: 16010-080

ou no email: [email protected]

Obrigada!!

Receba nossa newsletter

e acompanhe a Mariah nas redes sociais!

Anuncie

Tem interesse em anunciar no Blog da Mariah?
Por favor, não hesite em entrar em contato conosco no email

[email protected]

Obrigada!