Jujuba Jóias
moda
tendências
viagens
beleza
decor
cultura
culinária
20 set 2016

Diário de uma mãe: sem a M.A durante o NYFW!

Gente, resolvi escrever este post falando como foi ficar sem a Maria Antonia durante estes 10 dias de NYFW. Na verdade este post também serve para todas as viagens que faço sem ela, pois a dor da saudade é a mesma.

Muita gente me pergunta como eu consigo ficar sem a minha filha nas viagens que faço. Bom, pra falar a verdade, não existe uma fórmula ou remédio que diminua esta dor que sinto longe dela e confesso que dói, dói muito durante toda a viagem e principalmente dias antes dela começar e no dia que saio de casa. Sim, sofro demais, sou humana e mãe, tenho minutos de loucura que quero cancelar tudo, principalmente se for pegar um avião sem ela, o que faz o meu medo se triplicar. Esses momentos antes de sair de casa são horríveis e por sorte eu tenho um marido que me apoia demais, me dá forças e me encoraja a seguir em frente. Desta vez antes da viagem pra NY, eu fiquei super mal em deixar a Nini, falei pro Antonio que queria desistir e ele me deu muita força, dizendo que este é o meu trabalho e que sou feliz assim.

Medo de voar sem ela: desta vez ainda tinha um fator desesperador pra mim, que era voar sem ninguém da minha família junto, o que sempre faz diminuir o meu medo de voar sem a Maria Antonia. Explico: se tem alguém da minha família (mãe, irmãs ou marido) o meu medo diminui pela metade pois fico mais segura. De qualquer forma quando estou sem a M.A eu tenho medo, mas ainda consigo voar se a minha mãe está comigo, por exemplo. Desta vez fui sozinha, ou melhor, com a Silvia e o Renato, o que não ajudou muito para o medo diminuir haha. Meus anjinhos da guarda sempre me guiam e lá fomos nós. O vôo foi maravilhoso, não posso reclamar de nada, e hoje estou muuuuito feliz com a minha coragem de enfrentar um medo tão grande. Eu tinha que ir ou tinha que ir, não havia outra opção e FUI. Eu fuiiiiiiii gente!!! Quando cheguei em SP após a viagem eu falava comigo “parabéns Mariah, você venceu um medo enorme dentro de você!”. Agora preciso vencer o medo de voar pra Europa hahaha, este trecho não faço sem meus familiares neeeeeem a pau kkk. Mas aí é outra história gente!

Voltando ao assunto da saudade da Nini. Não sei como são as mães leitoras, mas eu sou muito focada quando viajo a trabalho, fico 24 horas por dia pensando no que estou fazendo, se meu trabalho está sendo bacana, se estou aproveitando 100% do que posso, enfim, fico tão focada e acelerada que não lembro muito da saudade da minha filha e do meu marido. A saudade do marido a gente consegue super segurar, né? Mulher é forte, mesmo que dói, a gente esquece… Mas dos filhos, vixi, é difícil. Durante as semanas de moda eu confesso que não tenho muito tempo pra ficar pensando no que ela está fazendo. E posso falar? Graças a Deus consigo me desconectar disso pois só assim consigo fazer o meu trabalho direito. Sei que ela está bem e segura, ligo pra casa pra ter notícias e sou bem focada nas perguntas: “ela está bem?” “está saudável?” “está feliz?” “está brincando?” , se está tudo bem é “beijo tchau e até amanhã”. Às vezes falo com a M.A no facetime, mas não todos os dias porque isso me deixa mais aflita e acredito que deixa ela também.

Enfim… Nenhuma mãe é igual a outra e sempre falo, não existe fórmula. Tem mães que não viajam sem os filhos e eu que viajo, tenho que respeitar. Eu, Mariah, preciso disso, deste momento meu e do meu trabalho, preciso sentir que estou sendo útil não só para ela, mas para as minhas leitoras também. Eu amo o que faço e não penso em parar. E para continuar um bom trabalho eu preciso viajar, e muitas vezes, viajar sem a minha filha. É uma coisa meio de vencer a dor e o medo, porque não é fácil deixar seu filho em casa e partir pro mundão. Nossa, não é mesmo.

Mas esta felicidade e este sentimento de dever cumprido é o que me faz feliz, é o que me alimenta, me faz sentir viva e completa. Se consigo trabalhar e ainda tenho uma família que amo em casa, aí estou completíssima hahaha!!! O meu conselho para as mães que sofrem ao deixar os filhos é que pensem neste sentimento de dever cumprido pois ele é bom demais!!!! Se estamos felizes, nossos filhos estão felizes, nossos maridos estão felizes. Este é meu lema.

Ufa! Acho que escrevi e me empolguei demais rs. O que querem ver no próximo Diário? Me deixem dicas, ok? E por favor, quem quiser compartilhar este drama das viagens comigo, fiquem a vontade! Beijos!!!

blogdamariah

Foto: Renato Milani

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
121 amaram

POSTS RELACIONADOS

8 respostas

  1. Mariah, apesar da minha filha mais velha estar com 13 anos e meu mais novo com 6 anos, achei que tiraria de letra o segundo, e nao, nao mesmo! Mesmo com a maturidade falando mais alto e a experiencia também, isso nao ajudou, hahahaahhaha, por isso mesmo, hahahaha, por essa razao mesmo. A experiencia e a maturidade e fizeram uma pessoa melhor, e me fizeram enxergar melhor a vida, e me fizeram ter olhos grandes, como o da vovozinha do chapeuzinho vermelho, hahaha, isso mesmo, estou vendo tudo melhor hoje, e muito mais esperta, por isso que não adianta falar, ha e só com o primeiro….rss…..nãi é mesmo. Mas por outro lado, ja sabemos mais ou menos os passos seguintes, mas o sofrimento e a ausência permanecem, obvio! Larguei minha vida de bancaria de 17 anos para me dedicar totalmente a eles. Fou ao contrario ne? mas nunca é tarde, temos e que saber o momento certo das nossas decisões, e enfrentar os obstáculos, porque nao é facil largar tudo isso e ficar em casa cuidando deles e depender o marido pra tudo. Como você mesma disse, trabalhar faz bem, e nos faz sentir importante e viva!!! Mas tudo tem seu tempo! Continue compartilhando suas experiencias, pos parto, adaptação com a MA, momentos nas viagens que você quase surtou, momentos nas viagens com sua filhinha que também quase surtou, rs, isso tenho certeza, todas nos passamos, e também momentos que vocE estava no limite e precisa sair um pouco com o marido para animar a relação de voces e também descansar. Tipo eu agora, preciso de uma viagem a dois!!! hahahaha, bjs Danny

  2. Eu tb sofro muito…quando a viagem é a trabalho eu sofro de saudades, mas sei que tem um motivo muito importante por trás: o sucesso profissional. Isso me dá forças, pois tenho certeza que minha filha terá orgulho de mim no futuro.
    O que não consigo relaxar e sofro muitooo mais são não viagens sozinha com meu marido. Procuro ficar fora no máximo 3/4 dias, fazer viagens mais curtas, pois realmente fico louca de saudades! Claro que tudo na vida tem um trade-off, mas decidi com o meu marido que vamos esperar ela crescer mais um pouquinho antes de fazer viagens mais longas….assim nosso coração fica mais tranquilo!!! Bjs

  3. Boa tarde mariah , te dou uma dica para , seu diário nós suas seguidoras mais não somos casadas e com filhos , como você lida com o pouco tempo que tem em relação ao antônio , como o relacionamento não esfriar em nem ficar rotineiro ,com tanta falta de tempo.No meu caso namoro a 5 anos faço faculdade, estágio,trabalho,tenho que cuidar da saúde, e ainda trabalho com a confeccção de bolos …Nisso as vezes passa a semana e muitas vezes nem vejo meu namorado com tantas atividades , que como você diz é importante pra gente ! E com isso se o amor dos dois não for verdadeiro , isso desgasta a relação e pode chegar ao fim pela falta de tempo para o outro.me responda por favor! beijinho na maria antonia !

  4. Mariah, que bom você falar sobre isso! Demorei muito para entender que tenho que ser esposa e tenho que ser eu mesma ao mesmo tempo que sou mãe do Ítalo. Como você foi a trabalho fica mais fácil desligar um pouco, agora se a viagem é a passeio sem eles parece que para todo lugar que olhamos tem alguma coisinha que eles iam amar, que seria legal ter o filho junto, ai meu coração se quebra hehehehehe
    Não sei se você esta na mesma onde que eu, mas venho ouvindo dia sim e dia também sobre dar um irmão, ter segundo filho e todo esse papo. Você poderia falar sobre isso em seu próximo diário. Ah, e não demore porque é muitooo legal voltar a interagir mais aqui no blog

    1. Oi Andressa!!! Nossa, nem me fale, eu viajo com o Antonio e fico pensando nela o tempo inteirinho! Mesmo que a gente aproveita mto, sentimos demais a falta dela.
      Mas tem viagens que são viagens de casais, e é saudável isso. A minha mãe sempre viajou e nem por isso suas 3 filhas ficaram doentes ou traumatizadas rs.
      Mas enfim, cada caso é um caso. Em Novembro tenho uma viagem a dois e já estou com dor de barriga de pensar que vamos deixá-la tantos dias.
      Vou fazer sim um Diário sobre isso!
      Bjs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre a Mariah

Oiii bloguetes, sejam bem vindas (os) !!

Este é o nosso espaço, onde divido com vocês as minhas idéias, viagens, novidades sobre beleza e claro, vídeos pra lá de engraçados com dicas de cabelo, maquiagem, receitas… Tudo o que nós gostamos de saber!

O blog existe desde Outubro de 2007 e, quando comecei nessa vida de blogueira, não imaginava no que ele poderia se transformar um dia! Graças à vocês, que estão comigo todos os dias, o blog tem muitos acessos e ficou conhecido no Brasil e exterior.

Não posso deixar de mencionar um fato que sempre me faz muito feliz (muito mais do que acessos, comentários, anúncios),que é conhecer cada uma de vocês!!! Nada melhor do que fazer novas amizades, e até quem sabe, novos negócios!

Essa é a nossa casa! E vamos continuar com o nosso papinho de amigas (os)?

Beijos com carinho,
Mariah

Fale com a Mariah

Olá, bem vindos!!

Endereço para contato do Blog da Mariah:
Rua General Glicério, 870 / Centro / Araçatuba-SP / CEP: 16010-080

ou no email: [email protected]

Obrigada!!

Receba nossa newsletter

e acompanhe a Mariah nas redes sociais!

Anuncie

Tem interesse em anunciar no Blog da Mariah?
Por favor, não hesite em entrar em contato conosco no email

[email protected]

Obrigada!