Jujuba Jóias
moda
tendências
viagens
beleza
decor
cultura
culinária
29 jan 2020

Gente eu sumi por aqui com os posts #diariodegravida , me desculpem!!! A gravidez da Cici tem passado tão rápido que decidi curtir cada momento, ficando mais em casa com minha família, aproveitando cada segundo dessa barriga gigante que jájá acaba! É um momento único e delicioso e estou muito feliz!

Bom, esses dias respondi várias perguntinhas no Stories do Instagram e resolvi aqui dividir com vocês, pois são dúvidas de leitoras e que vocês podem ter também…

Blog da Mariah

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
3 amaram

POSTS RELACIONADOS

23 out 2019

Desde que engravidei, estou me cuidando mais em relação a alimentação. Recebi essas dicas abaixo e quero compartilhar com vocês!

As sementes são ingredientes que, por vezes, podem passar despercebidos na dieta, mas cumprem funções importantes no nosso organismo e enriquecem a alimentação. Segundo a nutricionista Dra. Patrícia Diz, o consumo diário de uma pequena quantidade de grãos já traz vantagens para a saúde, cerca de uma colher de sopa por dia é suficiente para perceber bons resultados. 

A aveia é uma das sementes mais conhecidas, ingeri-las seja em forma de farinha ou farelo adiciona uma grande concentração de fibras à refeição. “A fibra alimentar solúvel da aveia é composta por betaglucanas e é a fibra de maior importância neste alimento, pois tem ação na redução do colesterol sanguíneo em indivíduos com colesterol alto. A aveia em farelo é a que tem maior teor de dessa fibra”, relata a especialista. 

O consumo regular também está associado à diminuição das placas de gordura no sangue que geram doenças cardiovasculares como arteriosclerose, infarto e derrame. “20 gramas por dia já é suficiente para reduzir em até 5% os níveis de colesterol e controlar as taxas de açúcar no sangue”, conta Dra. Patrícia. Por ser rica em fibras, é um excelente aliado ao bom funcionamento do intestino, diminuindo até a incidência de câncer no sistema digestivo.  

O ingrediente pode ser achado facilmente em biscoitos e barras de cereais e podem também ser consumido em mingau ou com frutas. Além das fibras, a aveia oferece grandes concentrações de vitaminas do complexo B, vitamina E, cálcio, fósforo, ferro e proteínas.

A chia faz parte da classe de alimentos funcionais por ser nutricionalmente repleta de benefícios. Entre os principais, está a diminuição de problemas de prisão de ventre, cardiopatias, câncer e outros. Nessa semente pode ser encontrado cálcio, magnésio, potássio, proteínas e vitaminas do complexo B (tiamina, riboflavina, niacina). Além disso, possui ômega 3, cuja ingestão  pode auxiliar na diminuição dos níveis de triglicerídeos e colesterol ruim, o LDL e o aumento do colesterol bom, o HDL, o ômega 3 ainda possui ação anti-inflamatória.

Dra. Patrícia também ressalta a importância do grão para a hidratação. “A chia tem o poder de reter água e manter os minerais no organismo.  Quando mergulhada em água, a semente forma um gel transparente mucilaginoso, composto essencialmente de fibras solúveis, podendo ser usado em várias preparações, é ideal para o consumo de qualquer pessoa que faça atividades físicas com frequência”, conta a nutricionista.

Já o amaranto apresenta teores de fibras, vitaminas e proteínas superiores a cereais como milho, cevada, centeio e outros. Além disso, é rico em cálcio, ferro, sódio e vitaminas A e C. Este grão diminui o colesterol graças aos ácidos graxos insaturados e a vitamina E que também agem como antioxidantes.

As características nutricionais fazem com que o amaranto possa atender dietas especiais como as livres de glúten, colesterol e proteína animal. As sementes ainda podem inibir uma enzima relacionada à desativação de incretinas que  que estão envolvidas na secreção de insulina, sendo assim, o consumo do amaranto pode relacionar-se com a prevenção de diabetes.

Seu óleo também apresenta outro diferencial. “Apesar de possuir uma composição semelhante aos outros cereais, este possui grandes quantidades de hidrocarbonetos insaturados que reduzem o colesterol  sérico, diminuindo a pressão arterial e auxiliando na prevenção do câncer”, encerra Dra. Patrícia.

Site: www.patriciadiz.com.br

Instagram: @patriciadiznutricionista

Auxilio texto: Sergio Lucchesi – Agência Caro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
2 amaram

POSTS RELACIONADOS

30 set 2019

Mariah, Mariah, não sei o que faço com você! Dois posts do “Diário” atrasados, mas vamos lá… PRa compensar vou fazer hoje com dois assuntos, tá?

O primeiro é o meu (e de muitas grávidas) medo de não amar tanto a segunda filha como amo a primeira. Sim, eu sei que parece uma loucura da minha cabeça e muitas de vocês devem estar pensando que estou maluca. Mas estou aqui abrindo o meu coração e não devemos simplesmente deletar nada que faz parte dos nossos sentimentos, pelo contrário, devemos ouvir estes medos que vez ou outra invadem os nossos pensamentos.

Para muitas esta questão de não amar o segundo filho é uma coisa muito real. Já conversei com várias amigas, leitoras, enfim, sempre tem uma mãe de segunda viagem que sente isso. Não é um medo de que você não vá amar seu filho, mas é como se não fosse ser do mesmo tamanho este amor, entende? Olha, no fundo eu sei que vou amar as duas do mesmo tamanho, mas talvez de formas diferentes, afinal são duas pessoas totalmente diferentes. E o fato de a Maria Antonia já existir facilita pra ela haha. Eu já a conheço, já sei como ela é, já sei do meu amor gigante por ela, já somos amigas, já nos damos bem, já temos gostos parecidos. Ela já faz parte da nossa família, aliás ela veio para formar a nossa família. Já a Maria Cecília que ainda nem nasceu, eu não a conheço, não sei do seu jeitinho, não sei das coisas que ela vai gostar, não sei nem se ela vai ser loira ou morena haha. É um amor que a gente sabe que ama, mas não conhece. Dá pra entender o que estou tentando dizer? É uma pessoa que você nunca viu, nunca foi apresentada. Quando tenho um amor já existente há alguns anos (no caso da Nini, há 6 anos) não consigo comparar com um que ainda não conheço, mas sei que vou amar.

E qual o lado negativo disso tudo, apesar de ter certeza que vou amar a minha filha? É a culpa. Culpa de pensar assim, culpa de achar que não vai amar, culpa e medo dela sentir que sinto isso, culpa de ainda não saber quem ela é… Alguns sentimentos são fantasiosos (como este último que citei, afinal de contas, como vou saber quem ela é se ainda nem nasceu?), outros mais reais… Me dou tão bem com a Nini, uma sabe o que a outra está falando só pelo olhar… O meu medo é de não ter isso com a Cici…

Esses dias falei com a minha cunhada Barbara sobre este medo meu, e ela disse que nunca sentiu isso, que sempre soube que amaria o segundo da mesma forma que amava o primeiro, e que com o segundo você está muito mais tranquila, preparada, madura. Acho que ela tem toda razão, apesar de ter estes medos dentro do mim, sei que já estou muuuuuito mais madura, mesmo na gravidez. Estou menos ansiosa com quartinho, enxoval, etc… Já sei o que não vou querer fazer quando a Cici nascer e que fiz quando a Nini nasceu. Estou mais preparada para o parto, para o pós parto e sei que amamentar (no meu caso) dói muito e não é a coisa mais gostosa do mundo. Sei do lado difícil, mas sei que o outro lado é muito bom e compensa tudo!

Bom, este texto é na verdade pra contar que de vez em quando tenho estes pensamentos, mas não deixo que eles tomem a minha mente e meu coração. Sei que pensei muito tempo para tomar esta decisão de ter o segundo filho e sei que Deus enviou a Maria Cecília só para acrescentar e não tirar nada de bom que temos hoje em casa. Vai ter as fases mais difíceis, que vai me tomar mais atenção e tempo, mas vai ter os momentos tão gostosos, em família, com muito amor! Sei de muitas grávidas na segunda gravidez que tem este medo também, por isso que quis escrever sobre isso aqui, pra dizer que vocês não são as únicas e pra mostrar que este assunto não precisa ser um tabu, qual o problema de ser falado? Certo? Temos que colocar os medos pra fora. Este é um medo meu durante esta fase da gravidez, pois já não vejo a hora de ver o rostinho da Cici e amá-la muito.

O outro assunto é pra dar um UPDATE como tenho passado e como estou me sentindo. Bom, estou na 15* semana, quase entrando no quarto mês (16*). Posso dizer que meu enjôo acabou 90%, graças a Deus, afff que coisa ruim! Mas ainda estou com a má digestão que estou sentindo desde o começo, talvez um pouco menos, mas ainda sinto. O pior no meu caso é a noite depois que janto, pois a minha barriga aumenta e meu estômago fica muito pesado. Sempre fico sentada na cama uns 20 minutos antes de dormir, aproveito pra assistir um seriado, etc…

O sono pesado do começo da gravidez já acabou também, a única coisa que preciso ainda é dar uma descansada após o almoço (mesmo que fique sentada na poltrona da sala, já é um descanso). Nunca marco compromissos logo em seguida do almoço, pois está virando uma horinha sagrada pra descansar e não pensar em nada.

Estou indo na nutricionista (Drá. Débora Pandolfi de Araçatuba) e agora que os enjôos passaram, vamos começar a melhorar a alimentação. Antes eu não estava conseguindo escolher o que comer, era bisnaguinha com requeijão pra melhorar o enjôo e não se fala mais nisso hahaha. Na hora da fome no final do dia estou comendo um mix de castanhas e ajuda bastante até o jantar. O que pode me dar enjôo, é o fato de não comer por muito tempo.

Meu intestino normalizou, amém Senhor!!! Nossa, como a barriga desincha quando vc faz número 2 bem feito. Parecia que eu estava grávida de 6 meses, juro. Ahhh, e hoje voltei para o meu Gyrotonic, uma técnica de exercícios corporais maravilhosa!!! Super recomendo, mas talvez não recomendaria para uma grávida que nunca fez. Eu já fiz vários anos e por isso puder voltar agora grávida. Preciso animar pro exercício gente, me dêem forças haha!

É isso!

Sexta-feira voltarei com mais um diário, prometo não atrasar!

Preciso da ajuda de vocês, qual assunto falar aqui? O que vocês querem saber? Dicas? Medos? Como estou passando? Como a Nini tem reagido com a idéia de ter uma irmã? Me falem aqui nos comentários ou lá no Instagram mesmo! Beijo!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
28 amaram

POSTS RELACIONADOS

13 set 2019

Sexta-feira é dia de? Diário de uma Grávida. Estava vendo aqui nos arquivos quando estava grávida da Nini, e não fiz durante a gravidez toda, fiquei chocada que perdi tantos momentos legais pra contar aqui. Mas não vamos me culpar haha, acho que tive a idéia do Diário no final da gravidez mesmo…

Bom, vamos lá… Fiquei pensando no que falar hoje, e acho que vou pegar o gancho dos stories que fiz ontem, tipo perguntas e respostas, sabe? E acabei falando sobre assuntos que acho legal compartilhar aqui!

O primeiro e o que muuuita gente perguntou é se eu não tenho medo da Nini sentir ciúmes quando a segunda Maria nascer. Bom gente, eu nunca tive dois filhos, então o que eu falar aqui não é o que realmente passou comigo, pois ainda não vivi nada disso. Mas, pela minha experiência como mãe da Maria Antonia, e por toda educação que damos a ela dentro de casa, eu acredito que vai ser mais tranquilo do que imagino. Posso estar totalmente errada e na hora que a irmã nascer ela virar outra criança, mas a Nini é muito carinhosa, ama crianças, especialmente bebês, sempre demonstrou isso, mesmo sem saber que seria uma big sister. Acho que vamos levar a situação numa boa. Claro que o ciúmes vai existir, ela é humana, sempre foi a dona da casa haha, a mandona da casa, sempre teve a completa atenção do pai, da mãe, da babá… Falando em babá, uma coisa que não vou fazer logo no começo é tirar a babá que sempre foi dela desde quando nasceu para cuidar da bebê recém nascida. No começo (imagino até uns 6, 9 meses) quero colocar uma enfermeira pra bebê e deixar a Dona Néia com a Nini, como sempre foi. Sabe por que esta minha decisão? Acho que já será tudo nova pra Maria Antonia, uma nova criança em casa, chamando atenção de todos, quartinho novo, e bebê é muito gracinha, todos querem ficar perto. Enfim, acho que não é o momento de tirar a babá que ela ama tanto…

Claro que tenho minhas preocupações e fico tentando imaginar como vai ser. Mas acho que a diferença de idade vai ser muito boa, a Nini fez 6 anos em Agosto deste ano, ela já imagina como é ter uma irmã (mesmo que na real seja um pouco diferente), sabe o que é um bebê, que requer cuidados extras, vai precisar de atenção, vai mamar no peito da mamãe que sempre foi só dela haha. Explico e tento mostrar tudo pra ela, a gente conversa bastante sobre isso. Uma coisa legal pra fazer com nossos mais velhos é mostrar fotos de quando eles eram bebês, mostrar na real que tudo já aconteceu com eles também, e que eles são o papel principal para papai e mamãe se tornarem uma família de verdade.

Um outro assunto também que foi bastante comentado é se vou fazer enxoval para esta Maria. Gente, tem uma coisa muito estranha que acontece quando estou grávida, sabem o que é? Fico enjoada de Miami. Acreditem se quiser, é até ridículo hahaha. Mas em todos os comecinhos de gravidez por um acaso estou lá em Miami, desta vez não foi diferente pois descobri lá nos Estados Unidos em Julho e estava enjoando muuuuito, só queria a minha casa. Na vez da Nini não foi diferente, eu descobri que estava grávida no começo de Dezembro, e no Natal do mesmo mês fui pra Miami, ficando Janeiro inteiro lá e meeeega enjoada. Então gente, não me julguem, Miami é um lugar que acabo indo bastante e acabo enjoando quando estou grávida também kkk.

Não vou fazer enxoval desta vez, vou comprar apenas o ultra necessário pois tenho muuuuita coisa. Imaginem que na minha família já nasceram 3 meninas? Tem da Nini, da Bibi e da Vivi, coisas lindas que eu e minhas irmã guardamos com o maior carinho. Roupas mais caras que quase não usamos nos bebês eu tenho de monte kkk, roupas de maternidade que usa uma única vez, também tenho. Então pra que gastar dinheiro sem necessidade, certo? O que vou fazer é ganhar um novo jogo de maternidade da Marina minha irmã, para a minha segunda Maria ter um exclusivo pra ela e poder dar para seus filhos, se ela quiser. Vou precisar de alguns bodies, roupinhas do dia a dia, carrinho de bebê pois o da Nini está ultrapassado, e mamadeiras, etc… Mas vou ser bem compacta haha! A Marina Xandó minha irmã é a melhor concierge de maternidade que existe, ela pensa em tuuuuuudo para a grávida, desde o enxoval completo até no dia da maternidade. Vou contar com a ajuda dela, amém!

Estou super animada, acho que a fase dos enjôos está passando, aleluia!!! Ontem fiz o ultrassom TN que analisa os riscos do bebê e está tuuuudo bem com ela, amém! Na primeira gravidez eu não ficava aflita, não pensava em coisas ruins, sempre soube que seria tudo perfeito. Nesta, apesar de ter certeza que a minha segunda Maria vem perfeitinha, eu sempre fico mais aflita sabe? Insegura… Será que é a idade? Ou porque já sabemos o tamanho do amor por um filho e não queremos que nada de ruim aconteça a eles… Deve ser isso, certeza! A gente só pede para vir saudável, né?

Ainda não comecei a ver detalhes do quartinho, estou bem calma haha! Acho que aquela curiosidade, aquela vontade de ver tudo, escolher cada detalhe, é bem maior na primeira gravidez. Agora eu penso em outras coisas, como por exemplo em como será a minha casa com a chegada desta bebê. Quero um quartinho lindo, claro, mas não é a minha prioridade agora…

É isso, bloguetes! Estou AMANDO voltar a escrever sobre isso aqui! Acho que o Instagram é muito bom em vários momentos, mas é aqui que me sinto livre sabe? Adorooooo escrever esses textos enormes, contar detalhes pra vocês… As fotos aqui não precisam ser super caprichadas, então isso acaba sendo mais espontâneo! Estão acompanhando o Diário? E o blog também? Vou fazer vocês se acostumarem de novo a entrar aqui hahaha!

Beijo!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
80 amaram

POSTS RELACIONADOS

Sobre a Mariah

Oiii bloguetes, sejam bem vindas (os) !!

Este é o nosso espaço, onde divido com vocês as minhas idéias, viagens, novidades sobre beleza e claro, vídeos pra lá de engraçados com dicas de cabelo, maquiagem, receitas… Tudo o que nós gostamos de saber!

O blog existe desde Outubro de 2007 e, quando comecei nessa vida de blogueira, não imaginava no que ele poderia se transformar um dia! Graças à vocês, que estão comigo todos os dias, o blog tem muitos acessos e ficou conhecido no Brasil e exterior.

Não posso deixar de mencionar um fato que sempre me faz muito feliz (muito mais do que acessos, comentários, anúncios),que é conhecer cada uma de vocês!!! Nada melhor do que fazer novas amizades, e até quem sabe, novos negócios!

Essa é a nossa casa! E vamos continuar com o nosso papinho de amigas (os)?

Beijos com carinho,
Mariah

Fale com a Mariah

Olá, bem vindos!!

Endereço para contato do Blog da Mariah:
Rua General Glicério, 870 / Centro / Araçatuba-SP / CEP: 16010-080

ou no email: [email protected]

Obrigada!!

Receba nossa newsletter

e acompanhe a Mariah nas redes sociais!

Anuncie

Tem interesse em anunciar no Blog da Mariah?
Por favor, não hesite em entrar em contato conosco no email

[email protected]

Obrigada!