Jujuba Jóias
moda
tendências
viagens
beleza
decor
cultura
culinária
24 jan 2014

Com o meu olhar totalmente voltado para moda bebê nesta viagem (até porque o corpo não está 100% no peso ideal, pra que comprar roupas agora?), descobri uma loja italiana muuuuuito deslumbrante que quase arranquei os meus cabelos! Afff, sou apaixonada por moda infantil também hahaha, ferrou bloguetes!

As mamães que estão indo fazer enxoval em Miami podem me dar um presente hoho, porque esta é uma das lojas mais lindas que já vi. Sabe aquela roupa eterna (mulher adora falar isso, né?), de príncipe e princesa, com muita cara de chique? Mudando para o lado masculino, e as roupas de meninos? Príncipe da Inglaterra total!!!

Mamães e gravidinhas, vale muito a pena conhecer a Protagonisti i Piccoli. Na verdade, a loja abriu este mês (sorte a minha) e ainda nem tem nome na fachada. Encontrei do nada porque ela fica no Town Center Aventura, um mall aberto recém inaugurado que fica em Aventura. Passei na vitrine e fiquei boba, no outro dia a primeira coisa que fiz foi conhecer a loja por dentro rs. Já até comprei o vestido do aniversário de 1 ano da Maria Antonia lá.

Ah, uma dica que eu quero dar para as grávidas que senti falta no meu enxoval para a idade bebê: roupas mais arrumadas com os sapatinhos iguais. A M.A tem muito sapato, mas a maioria é para uma idade maior, tipo após 9 meses. Recém nascida e bebêzinha eu só usei meias bonitas que imitam sapatos (nem dá pra ficar colocando sapatos de couro, lógico). Mas mesmo com quase 5 meses eu ainda sinto falta de sapatos legais, sabe? Comprei uns nesta loja com os vestidos, tipo conjuntinho haha.

As lojas que mais amo em Miami são: Protagonisti i Piccoli, Pilli Carrera (esta fica no Merrick Park e é incrível também), Bonpoint e Jacadi. São as 4 mais tops. Depois tem Janie & Jackie para coisas mais do dia a dia e a imbatível Baby Cottons que tem o melhor algodão para os pijamas! É mulherada, não é fácil não rs!!!!

Mas anotem aí na agenda esta loja, visita garantida hein!

Protagonisti i Piccoli: Town Center Aventura 18995 Biscayne Boulevard (dentro deste mini shopping onde está a Saks Fifth Avenue OFF).

Fotos: Blog da Mariah

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
164 amaram

POSTS RELACIONADOS

23 jan 2014

“Hoje é dia de bebê no blog!”

Muitas bloguetes me perguntaram no Insta como foi viajar com uma bebê de 4 meses para o exterior. Bom, vamos lá, vou contar pra vocês neste diário a minha experiência com a Maria Antonia!

Como toda mãe cautelosa, eu sempre tive receio de viajar com a minha filha tão novinha. Avião, pressurização, vírus de gripe no ar, movimento de gente, enfim, tudo isso a gente pensa na hora de agendar uma viagem. Para mim, Mariah, o que eu mais tive medo é dela não ficar tranquila durante o vôo, ou seja, não dormir e ficar agitada. Além do bem estar dela, eu não queria incomodar os outros passageiros, mãe sempre pensa nisso também.

No dia que íamos decolar para Miami, nem pensei muito em como iria ser esta primeira experiência dela num vôo, achei melhor não ficar ansiosa já que íamos de qualquer jeito viajar. Meu marido estava comigo e também a babá da M.A e isso me tranquilizou muito, claro. Assim que entramos no avião ela ficou agitadinha, resmungando um pouco e assim ficou durante os primeiros 40 minutos. Logo depois dormiu no bercinho que é colocado pela companhia aérea em frente a minha poltrona. O que fez ela dormir tão rápido é que estava no horário dela dormir mesmo. Achei ótimo o horário da ida, saímos umas 17:30, ou seja, ela dorme umas 19:00 geralmente. Quando estamos com criança, vôo noturno é melhor, na minha opinião.

Depois de um excelente vôo, chegamos em Miami. Uma coisa chatinha para os bebês é o ar muito seco dentro do avião. A pele perto do nariz e boca fica bem seca e é FUNDAMENTAL dar muita água para eles beberem durante o vôo.

Em Miami a Maricota ficou suuuper bem, não deu nenhum trabalho e não teve nenhuma gripe ou resfriado, graças a Deus. Um dia depois da nossa chegada em MIA ainda fomos pra Orlando, ou seja, mais 4 horas de carro na cadeirinha. Ela não estava tão acostumada com a cadeirinha pois em Araçatuba ela não andava muito de carro (pela idade e porque aqui tudo é muito perto). Ela ficar 4 horas na cadeira era quase impossível para mim kkkk, mas para a minha surpresa ela dormiu 3 seguidas. Depois vou fazer um post deste car seat pra vocês, ela amou, toda hora dormia hahaha!

O vôo da volta foi um pouco mais puxado por causa do horário. Saímos de Miami às 7 da manhã (horário local, 3 horas a menos daqui) e durante as 2 primeiras horas ela dormiu como um anjo. Depois acordou e queria agitação de qualquer jeito kkkkk! Conclusão? Fiquei papeando com as aeromoças na cozinha enquanto ela ficava vendo a nossa conversa hahaha!!! Ela é muito sem vergonha, gosta de ficar no colo com a gente de pé reparando em tuuuuudo o que está ao redor dela. #amodemais

Ufa!!!! É isso. Claro que viajar com bebês não é fácil pra ninguém. Mas não acho que esta seja uma razão para não ir ou cancelar uma viagem. Claro que nós, como pais, sempre temos que avaliar o que é mais correto, principalmente em se tratando de bebês tão novinhos e indefesos. Mas eu sabia que viajar com ela seria tranquilo, como foi. A pediatra dela liberou e lá fomos nós! Muitas mães não saem de casa com os fihos antes de 3 meses, 6 meses… Eu levei a Maria Antonia pra S.P com 2… Então vai de cada mãe, cada uma tem a sua opinião e ninguém pode falar que está certo ou errado. Mas a minha opinião é: se estiver tudo bem, porque não ir?

Ps: semana que vem vou indicar o car seat e o carrinho novo dela!

Beijo! Mariah.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
351 amaram

POSTS RELACIONADOS

18 dez 2013

O instagram faz coisas maravilhosas por nós, né? rssss Tá certo que às vezes tem umas coisas chatas, mas que ele é tudo de bom nessa vida, ahhh isso ele é!

Foi através do Insta que conheci a fisioterapeuta Fransuélen Menezes. A Fran é de Araçatuba (coincidência né?) e é especialista em saúde da mulher, dermatofuncional e pilates. Tem um estúdio lindo de pilates em S.P e trabalha com bebês há anos. Foi por isso que nos conhecemos e daí surgiu este post no blog.

Quando a Maria Antonia estava tendo cólicas (ela tinha 1 mês de vida) a Fransuélen veio até a minha casa para me ensinar a fazer o ofurô e a shantala, massagem maravilhosa que acalma os bebês e é feita pelos pais.

Graças a ela a Maria Antonia conheceu o ofurô e AMOU, virou vício lá em casa, todas as noites após o banho dela, ela relaxava no ofurô rs. Isso a deixava mais calma e prontinha para dormir. O melhor era fazer perto do horário das cólicas, porque ela distraia com o ofurô. Fiz algumas perguntas pra Fran sobre o ofurô e a shantala, e ela explicou direitinho como funciona, etc… Olha só:

Sempre na hora do banho, a maioria dos bebês se sentem em um ambiente completamente desconhecido e desprotegido, pensando em amenizar esse stress causado pelo banho, foi criado o ofurô, ou uma banheira terapêutica (o famoso banho no balde). A partir do 6 mês de gestação, os bebês desenvolvem a memória intrauterina, e até os 9 meses de vida, serão capazes de recordar as sensações vividas no útero materno.

1- Blog da Mariah: Quais os benefícios do banho?

Fransuélen: O banho de ofurô proporciona ao bebê uma lembrança intrauterina, fazendo-o sentir em um ambiente familiar e seguro, acalmando, promovendo relaxamento e alívio de cólicas.

2- Quando iniciar o banho de ofurô?

Pode ser feito nos primeiros minutos de vida e até quando o bebê couber no ofurô.

3- Deve-se colocar algum produto na água?

A água deve ser livre de qualquer produto, porém com o objetivo de acalmar o bebê, pode ser colocado chá de camomila. Tornando o banho ainda mais relaxante, fazendo com que o bebê fique mais calmo e tenha um sono cada vez mais tranquilo.

4- Qual a temperatura ideal da água e quanto tempo o bebê deve ficar dentro?

A temperatura da água deve estar entre 36° e 37°, para isso utilize um termômetro, não confie apenas colocando a mão na água e testando em você, a pele do bebê é muito sensível. O tempo ideal é o bebê quem vai ditar, devendo ser até quando o bebê se sentir confortável, não ultrapassando 20min.

5- Tem algum modelo específico?

Em média os baldes têm entre 18 e 19 litros, deve ser livre de emendas no seu interior que possam cortar a pele do bebê. O fundo deve ser de forma arredondada para que o bebê se sinta mais confortável, ajudando a dar apoio e transmitindo maior segurança.Gosto de indicar o Tummy Tub, pois além de seu formato ser adequado, o material usado é livre de agentes tóxicos.

6- Como dar o banho?

O bebê deve estar completamente despido, porém, até o segundo mês de vida, recomendo, embrulhar o bebê em uma manta (toalha fralda), a partir do terceiro mês pode ser livre. Quanto ele for ainda novinho, a manta o faz lembrar-se dos limites do saco aminiótico ser encaixado no fundo, como se estivesse sentado. A água não deve ultrapassar os ombros do bebê, por isso deve-se colocar a água até o nível indicado no ofurô, para que quando o coloque no balde, não fique flutuando. Com uma das mãos, abaixo do queixo, apoie a cabeça do bebê, para que a boca não entre em contato com a água, pois ainda não consegue sustentá-la sozinho e com a outra mão dê o banho normalmente. No início pode ser necessária a ajuda de outra pessoa, até o momento que se sinta mais segura, enquanto uma segura o bebê a outra realiza o banho. O sabonete deve ser feito especialmente para bebês, geralmente neutro e de fórmulas mais suaves. Não deve-se utilizar grande quantidade de sabonete, pois o banho higiênico é apenas para retirar o suor e pele que descama e se acumula no corpo, já o banho relaxante pode ser mais longo.

Amei aprender um pouco mais sobre a shantala! É uma massagem super “carinhosa” e com eficácia na hora de acalmar o bebê. Deve ser feito pelos pais, com óleo de massagem próprio para baby (uso o da Granado) e antes do banho. A Fran vai explicar direitinho a seguir.

1- O que é a Shantala?

Shantala, é uma técnica de massagem indiana, para acalmar bebês. Descoberta pelo obstetra francês Frederick Leboyer, quando estava em viagem pela Índia, e se deparou com a cena de uma mulher, que massageava seu filho em calçada pública, seu nome era Shantala. Leboyer pediu para fotografá-la e filmá-la, e o fez por alguns dias, captando cada movimento, cada gesto. Em homenagem a essa mãe, Leboyer deu o nome específico, pois faz parte da rotina de cuidados com o bebê.

“Sim, os bebês tem necessidade de leite, mas muito mais de serem amados e receberem carinho. Serem levados, embalados, acariciados, pegos e massageados” Leboyer.

2- Quais os benefícios que ela traz para o bebê?

– O efeito terapêutico proporciona sensação de bem estar e relaxamento, ajudando a acalmá-lo e com isso um sono mais tranquilo;

– Ativa a circulação sanguínea e linfática, favorecendo o funcionamento dos órgãos internos;

– Favorece o sistema endócrino e gastrointestinal, aliviando cólicas;

– Auxilia no desenvolvimento da consciência corporal, favorecendo o desenvolvimento sensório motor;

– Estimula o sistema respiratório; 

– Diminui o vínculo entre mãe e bebê.

3- Qual produto usar para fazer a massagem?

Deve ser realizada com óleo natural de origem vegetal, levemente aquecido. Preferencialmente com cheiros mais suaves.

4- Tem uma idade mínima para iniciar a Shantala?

O ideal é iniciar apartir do 1º mês de vida, antes disso a mãe pode fazer movimentos de carícias, por todo o corpo do bebê, estimulando o toque.

5- É indicado fazer no momento das cólicas ou antes?

Um dos benefícios da técnica é aliviar as cólicas, mas caso o bebê sinta cólicas pode ser feito apenas os movimentos no abdômen, estimulando assim a saída dos gases e relaxamento da musculatura. Mas lembre-se, nesse momento, o bebê não deve ser estimulado muito tempo, pois fica menos receptivo, e em vez de trazer benefícios, deixa o bebê mais tenso.

6- Pode ser feita todos os dias? Quanto tempo deve durar?

Deve ser feita todos os dias, podendo fazer até duas vezes por dia. Deve-se iniciar com 3 repetições de cada movimento, conforme o bebê vai ficando mais receptivo, de 20 a 30min. Procure fazer a massagem sempre no mesmo horário e preferencialmente feita entre as mamadas.

7- Quem deve fazer a shantala?

Não existem restrições, podendo ser feita por babás, mas o ideal é que seja feita pela mãe ou pelo pai. Lembre-se que um dos benefícios é diminuir o vínculo entre mãe (pai) e o bebê. Uma dica é que não se fale durante a massagem, o ideal é que o bebê sinta o carinho, o amor através do toque e olhar.

Pena que não tiramos foto, juro que tentamos um dia, mas as nossas agendas estavam tumultuadas rs!!! Mas o que vale é a intenção rs, e podem ter certeza que estas dicas são preciosas e valem muito a pena!

Fran, muito obrigada pelo post e pelo dia que você foi em casa paparicar a M.A rsrsrs!!!! Ela amou e eu também! Vamos combinar outras vezes, hein?!

Ah, vou aproveitar para postar umas fotos do estúdio de pilates da Fransuélen em S.P

Gostaram das dicas, bloguetes?!

Fotos: Blog da Mariah

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
179 amaram

POSTS RELACIONADOS

12 dez 2013

Hoje é dia de falar sobre bebês! Já que estou vivendo essa fase da maternidade, mas também não quero nemmmm pensar tirar o foco da moda no blog, resolvi determinar um dia da semana para falar sobre nossos filhos. O que acham? O resto da semana a gente fala sobre outros assuntos que também adoramos, né?

Esta semana fotografei a bolsa de passeio da Maria Antonia pra vocês, com direito a muitos detalhes e fotos de todos os produtos. Sempre que saio para passear com ela, levo esta bolsa, pois como ela ainda é bebê, preciso ter tudo o que ela precisa para qualquer urgência que possa acontecer.

Bom, vamos lá porque tem muita coisa kkk! Tenho duas bolsas de passeio, uma branca da Pilli Carrera (em Miami) e esta azul marinho de plush daPosh Little Store (aquela loja online brasileira que eu amo e sempre comento aqui). O mais importante na hora de escolher o modelo, é ver se tem repartições dentro e fora dela.

Na foto acima é como ela fica prontinha, com tudo dentro!

Vou numerar os itens necessários tá?

Trocador: o trocador portátil é muito necessário, na minha opinião. É “lei de murphy”, toda vez que ela faz cocô é em algum lugar estranho que às vezes não tem banheiro kkkkk. A gente nunca sabe, né? Pode acontecer em qualquer lugar. Este trocador é ótimo e fica dobrado bem fechadinho. Comprei em Miami é do Jonathan Adler. Também levo dois brinquedinhos pra ela brincar ou distrair quando está brava por algum motivo kkk.

Lenços umidecidos:

1- Johnson’s Baby para recém nascido. 2- Banho de Gato da Natura. Adoro esse, é o mais cheirosinho que conheço e o pacote não é gigante, ou seja, cabe em qualquer bolsa. 3- Pacifier Wipes. Estes são para limpar chupeta, próprio para bebês e facilita muito a vida de todos hehehe. Comprei em Miami. 4- Wet Ones, lenços para mãos de adultos.

Mamadeiras, etc.

5- Potinho para guardar leite em pó com 3 divisórias. Este pote é ótimo porque você já coloca a medida do pó para um tanto X da mamadeira, então não confunde ninguém na hora de fazer o mamá e você não precisa andar com aquela lata gigante. 6- Mamadeiras da Avent para água e Chicco para leite. 7- Porta chupeta. Não gosto de chupetas jogadas dentro da bolsa. 8- Chupetas da Avent para a idade dela. 9- Escova de cabelo. 10- Pomada de assaduras A+D. Amo ela, acho a melhor. É transparente e não faz bagunça sabe? 11- Álcool em gel. Não vivo sem. 12- Cola de lacinhos para bebês sem muito cabelo.

Fraldas, cueiro e babadores.

Sempre levo cueiro para colocar sobre o trocador. O cueiro é um tecido mais grosso que serve para forrar o trocador. Levo dois jogos de fralda, uma de boca e outra de ombro. Uns 2 babadores porque ela está numa fase babando muito. E uma toalhinha quadrada de enxugar o bumbum quando lavamos ela com água e não lenço umidecido.

Roupas.

Como bebê suja muito as roupas, acho legal levar duas trocas dentro da bolsa para alguma urgência. Sempre levo uma mais arrumada e uma mais confortável, tipo legging e body de algodão.

Nas duas laterais também tem espaço para colocar os produtos dela.

Ufa!!!!! Ai gente, posso falar? Eu gosto de estar preparada sempre, acreditem, não é tanta coisa assim rs. Não custa nada a gente caprichar antes de sair de casa, né? Para o bem dos nossos babies. Mas esta é a minha opinião, o meu jeito de ser hehehe. Respeito cada uma das mamães e sei que a bolsa é de acordo com as suas necessidades.

Ahhh, esqueci do detalhe mais importante que são as fraldas descartáveis kkkkk!!! Sempre levo 3.

Espero que vocês tenham gostado hein! Fiz com carinho! Quer dizer, eu e a dona Néia, que sempre capricha demais na bolsa de passeio da minha filhota!

Fotos: Blog da Mariah

Ahhhh, já vou aproveitar esse post para fazer um “Diário de uma Mãe” bem rapidinho.

Infelizmente não estou mais amamentando a M.A, mas não por escolha minha, pois sempre AMEI amamentá-la!!!! Foi a melhor coisa ter aguentado tanta dor que senti no primeiro mês e hoje me sinto uma guerreira, mesmo que eu tenha amamentado ela apenas 3 meses.

Quando ela fez 2 meses fui pra S.P para o SPFW. Eu não podia perder, já estava sentindo falta disso. Foi uma semana intensa e não tinha como ficar o dia todo com ela, mesmo que eu tenha feito das tripas o coração para ficar o mais tempo possível. Mas o fato é: quando você volta para um ritmo intenso e não descansa, o seu leite diminui a produção. Uma coisa eu tenho certeza e posso falar pra vocês, a melhor coisa para a produção do leite materno é DORMIR. Gente, acreditem, dormir é a melhor coisa que você pode fazer para o seu leite durar muito tempo. Enfim, após os 2 meses dela eu precisava muito voltar ao batente com o blog, ir para o SPFW, fazer fotos, gravar vídeos, e o meu leite diminuiu muito. Comecei a complementar com mamadeira e o que aconteceu? Ela acostumou com a mamadeira e claro, não queria mais de jeito nenhum se esforçar para mamar na mamãe rssss. Sem vergonha, né? hehehehe Mas os bebês fazem isso mesmo, afinal de contas, quem não quer o que sai mais fácil? Tentei até ela fazer 3 meses, e depois ela começou a ficar muito irritadinha e não pegou mais. Amamentei 3 meses e uma semana, mas queria muito ter chegado pelo menos nos 5 ou 6 meses. Mas posso falar? Leite materno é o melhor do mundo para nossos filhos, isso é fato, mas não vou me achar a pior mãe do mundo por ter amamentado 3 meses, ao contrário, me sinto uma super mãe porque o começo da amamentação não é fácil pra ninguém. A minha filha se Deus quiser vai ser saudável e feliz, e hoje sei que existem muitas outras coisas tão importantes quando amamentar. Educar, beijar, abraçar, fazer gracinha, ensinar, dar muito amor e atenção, tudo isso é muito importante no dia a dia dos nossos filhos e tenho certeza de que isso eu amoooooo fazer todos os dias com a minha M.A!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
543 amaram

POSTS RELACIONADOS

Sobre a Mariah

Oiii bloguetes, sejam bem vindas (os) !!

Este é o nosso espaço, onde divido com vocês as minhas idéias, viagens, novidades sobre beleza e claro, vídeos pra lá de engraçados com dicas de cabelo, maquiagem, receitas… Tudo o que nós gostamos de saber!

O blog existe desde Outubro de 2007 e, quando comecei nessa vida de blogueira, não imaginava no que ele poderia se transformar um dia! Graças à vocês, que estão comigo todos os dias, o blog tem muitos acessos e ficou conhecido no Brasil e exterior.

Não posso deixar de mencionar um fato que sempre me faz muito feliz (muito mais do que acessos, comentários, anúncios),que é conhecer cada uma de vocês!!! Nada melhor do que fazer novas amizades, e até quem sabe, novos negócios!

Essa é a nossa casa! E vamos continuar com o nosso papinho de amigas (os)?

Beijos com carinho,
Mariah

Fale com a Mariah

Olá, bem vindos!!

Endereço para contato do Blog da Mariah:
Rua General Glicério, 870 / Centro / Araçatuba-SP / CEP: 16010-080

ou no email: [email protected]

Obrigada!!

Receba nossa newsletter

e acompanhe a Mariah nas redes sociais!

Anuncie

Tem interesse em anunciar no Blog da Mariah?
Por favor, não hesite em entrar em contato conosco no email

[email protected]

Obrigada!