Jujuba Jóias
moda
tendências
viagens
beleza
decor
cultura
culinária
18 dez 2013

A shantala nos bebês!

O instagram faz coisas maravilhosas por nós, né? rssss Tá certo que às vezes tem umas coisas chatas, mas que ele é tudo de bom nessa vida, ahhh isso ele é!

Foi através do Insta que conheci a fisioterapeuta Fransuélen Menezes. A Fran é de Araçatuba (coincidência né?) e é especialista em saúde da mulher, dermatofuncional e pilates. Tem um estúdio lindo de pilates em S.P e trabalha com bebês há anos. Foi por isso que nos conhecemos e daí surgiu este post no blog.

Quando a Maria Antonia estava tendo cólicas (ela tinha 1 mês de vida) a Fransuélen veio até a minha casa para me ensinar a fazer o ofurô e a shantala, massagem maravilhosa que acalma os bebês e é feita pelos pais.

Graças a ela a Maria Antonia conheceu o ofurô e AMOU, virou vício lá em casa, todas as noites após o banho dela, ela relaxava no ofurô rs. Isso a deixava mais calma e prontinha para dormir. O melhor era fazer perto do horário das cólicas, porque ela distraia com o ofurô. Fiz algumas perguntas pra Fran sobre o ofurô e a shantala, e ela explicou direitinho como funciona, etc… Olha só:

Sempre na hora do banho, a maioria dos bebês se sentem em um ambiente completamente desconhecido e desprotegido, pensando em amenizar esse stress causado pelo banho, foi criado o ofurô, ou uma banheira terapêutica (o famoso banho no balde). A partir do 6 mês de gestação, os bebês desenvolvem a memória intrauterina, e até os 9 meses de vida, serão capazes de recordar as sensações vividas no útero materno.

1- Blog da Mariah: Quais os benefícios do banho?

Fransuélen: O banho de ofurô proporciona ao bebê uma lembrança intrauterina, fazendo-o sentir em um ambiente familiar e seguro, acalmando, promovendo relaxamento e alívio de cólicas.

2- Quando iniciar o banho de ofurô?

Pode ser feito nos primeiros minutos de vida e até quando o bebê couber no ofurô.

3- Deve-se colocar algum produto na água?

A água deve ser livre de qualquer produto, porém com o objetivo de acalmar o bebê, pode ser colocado chá de camomila. Tornando o banho ainda mais relaxante, fazendo com que o bebê fique mais calmo e tenha um sono cada vez mais tranquilo.

4- Qual a temperatura ideal da água e quanto tempo o bebê deve ficar dentro?

A temperatura da água deve estar entre 36° e 37°, para isso utilize um termômetro, não confie apenas colocando a mão na água e testando em você, a pele do bebê é muito sensível. O tempo ideal é o bebê quem vai ditar, devendo ser até quando o bebê se sentir confortável, não ultrapassando 20min.

5- Tem algum modelo específico?

Em média os baldes têm entre 18 e 19 litros, deve ser livre de emendas no seu interior que possam cortar a pele do bebê. O fundo deve ser de forma arredondada para que o bebê se sinta mais confortável, ajudando a dar apoio e transmitindo maior segurança.Gosto de indicar o Tummy Tub, pois além de seu formato ser adequado, o material usado é livre de agentes tóxicos.

6- Como dar o banho?

O bebê deve estar completamente despido, porém, até o segundo mês de vida, recomendo, embrulhar o bebê em uma manta (toalha fralda), a partir do terceiro mês pode ser livre. Quanto ele for ainda novinho, a manta o faz lembrar-se dos limites do saco aminiótico ser encaixado no fundo, como se estivesse sentado. A água não deve ultrapassar os ombros do bebê, por isso deve-se colocar a água até o nível indicado no ofurô, para que quando o coloque no balde, não fique flutuando. Com uma das mãos, abaixo do queixo, apoie a cabeça do bebê, para que a boca não entre em contato com a água, pois ainda não consegue sustentá-la sozinho e com a outra mão dê o banho normalmente. No início pode ser necessária a ajuda de outra pessoa, até o momento que se sinta mais segura, enquanto uma segura o bebê a outra realiza o banho. O sabonete deve ser feito especialmente para bebês, geralmente neutro e de fórmulas mais suaves. Não deve-se utilizar grande quantidade de sabonete, pois o banho higiênico é apenas para retirar o suor e pele que descama e se acumula no corpo, já o banho relaxante pode ser mais longo.

Amei aprender um pouco mais sobre a shantala! É uma massagem super “carinhosa” e com eficácia na hora de acalmar o bebê. Deve ser feito pelos pais, com óleo de massagem próprio para baby (uso o da Granado) e antes do banho. A Fran vai explicar direitinho a seguir.

1- O que é a Shantala?

Shantala, é uma técnica de massagem indiana, para acalmar bebês. Descoberta pelo obstetra francês Frederick Leboyer, quando estava em viagem pela Índia, e se deparou com a cena de uma mulher, que massageava seu filho em calçada pública, seu nome era Shantala. Leboyer pediu para fotografá-la e filmá-la, e o fez por alguns dias, captando cada movimento, cada gesto. Em homenagem a essa mãe, Leboyer deu o nome específico, pois faz parte da rotina de cuidados com o bebê.

“Sim, os bebês tem necessidade de leite, mas muito mais de serem amados e receberem carinho. Serem levados, embalados, acariciados, pegos e massageados” Leboyer.

2- Quais os benefícios que ela traz para o bebê?

– O efeito terapêutico proporciona sensação de bem estar e relaxamento, ajudando a acalmá-lo e com isso um sono mais tranquilo;

– Ativa a circulação sanguínea e linfática, favorecendo o funcionamento dos órgãos internos;

– Favorece o sistema endócrino e gastrointestinal, aliviando cólicas;

– Auxilia no desenvolvimento da consciência corporal, favorecendo o desenvolvimento sensório motor;

– Estimula o sistema respiratório; 

– Diminui o vínculo entre mãe e bebê.

3- Qual produto usar para fazer a massagem?

Deve ser realizada com óleo natural de origem vegetal, levemente aquecido. Preferencialmente com cheiros mais suaves.

4- Tem uma idade mínima para iniciar a Shantala?

O ideal é iniciar apartir do 1º mês de vida, antes disso a mãe pode fazer movimentos de carícias, por todo o corpo do bebê, estimulando o toque.

5- É indicado fazer no momento das cólicas ou antes?

Um dos benefícios da técnica é aliviar as cólicas, mas caso o bebê sinta cólicas pode ser feito apenas os movimentos no abdômen, estimulando assim a saída dos gases e relaxamento da musculatura. Mas lembre-se, nesse momento, o bebê não deve ser estimulado muito tempo, pois fica menos receptivo, e em vez de trazer benefícios, deixa o bebê mais tenso.

6- Pode ser feita todos os dias? Quanto tempo deve durar?

Deve ser feita todos os dias, podendo fazer até duas vezes por dia. Deve-se iniciar com 3 repetições de cada movimento, conforme o bebê vai ficando mais receptivo, de 20 a 30min. Procure fazer a massagem sempre no mesmo horário e preferencialmente feita entre as mamadas.

7- Quem deve fazer a shantala?

Não existem restrições, podendo ser feita por babás, mas o ideal é que seja feita pela mãe ou pelo pai. Lembre-se que um dos benefícios é diminuir o vínculo entre mãe (pai) e o bebê. Uma dica é que não se fale durante a massagem, o ideal é que o bebê sinta o carinho, o amor através do toque e olhar.

Pena que não tiramos foto, juro que tentamos um dia, mas as nossas agendas estavam tumultuadas rs!!! Mas o que vale é a intenção rs, e podem ter certeza que estas dicas são preciosas e valem muito a pena!

Fran, muito obrigada pelo post e pelo dia que você foi em casa paparicar a M.A rsrsrs!!!! Ela amou e eu também! Vamos combinar outras vezes, hein?!

Ah, vou aproveitar para postar umas fotos do estúdio de pilates da Fransuélen em S.P

Gostaram das dicas, bloguetes?!

Fotos: Blog da Mariah

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
179 amaram

POSTS RELACIONADOS

27 respostas

  1. Belo post Mariah, mais uma vez! A Natura tem o oleo vegetal para massagem e da pra comprar junto o CD que ensina a fazer a massagem também. Só uma correção, o objetivo é aumentar o vínculo, a ligaçao entre mamãe, papai e bebê, e nao diminuir como voce escreveu. Mas a gente entendeu.rs. Parabéns pela humildade de mostrar o aprendizado de ser mãe de primeira viagem! Beijos, Deus abençoe sua família! 🙂

  2. Ah se eu tivesse conhecido esse ofuro à nove anos atraz, talves não teria sofrido tanto com meu filho. Sofri muito com cólicas até o quarto mês de vida, e depois até o nono mês chorava por causa do refluxo nivél 4… aff… trauma total.E por essas e outras só tenho meu José Pedro. Parabéns sua filha é linda…. e vc ta cada dia mais linda, com cara de mãezona. Te admiro muito. Feliz Natal a todos e um 2014 cheio de amor e conquistas.

  3. Cara Mariah, adoro os post sobre a rotina com tua pequena… Tendo um mocinho de quarenta dias em casa, aproveito muito as dicas. E queria agradecer por dividir conosco momentos tão íntimos e delicados, como o do parto, da amamentação, das razões pelas quais tua princesinha parou de mamar no peito… São histórias assim que me mostram que cada uma de nos tem seu jeitinho especial de ser mãe, que todas nós passamos algumas dificuldades e que nem por isso deixamos de ser as melhores mães do mundo para nossos filhotinhos! Obrigada, e que a Maria Antônia continue crescendo com muita saúde…

  4. Mah, quando eu tive meu rapaz (ele está com 8 anos hoje!!) essas técnicas ainda não eram tão difundidas assim, então não tive a oportunidade de aprender. Mas hoje eu ADORO fazer massagem nele e ele curte muito!! Normalmente ele deita de costas e com hidratante ou óleo eu começo a massagear os pés, pernas, costas e mãos… Esses dias ele até babou… rsrsrsrsrs!! Além disso fazemos escalda pés juntos e depois massagem esfoliante nos pés… Acho que esses momentos com nossos pequenos são sempre muito importantes (mesmo que eles não sejam mais tão pequenos assim)!! Proporciona proximidade e uma troca mútua carinho!! Pode ter certeza que você vai utilizar essa experiência por muito tempo com a M.A.!!!

    Beijossssss

  5. Oi, Mariah! Gostaria de saber um pouco mais a respeito da parte em que ela fala sobre \”diminuir o vínculo\” entre mãe/pai e bebê. Sei que a independência do bebê deve ser estimulada, mas tb o aumento do vínculo da díade \”mãe/bebê\”.
    Beijos!!!

  6. Oie!!

    Acho que tem um errinho no texto! Essas técnicas não são para AUMENTAR o vinculo entre pai e mãe??

    No texto li diminuir…

    Beijinhos

  7. Mariah, parabéns pela maneira como estas criando a tua filhinha, cheia de amor cuidados e mimos. Eu também era assim com a minha, vale muito a pena.
    No calor eu colocava \”aveia em flocos\”(fazia um sachê) no banho, porque é clarinha como a MA. Hoje lendo o teu post, passou um filme na minha cabeça, me fez relembrar tantas coisas…e ela tem 27 anos. Beijos, Iri
    P.S também amamentei pouco tempo(4 meses), mas dei muito amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre a Mariah

Oiii bloguetes, sejam bem vindas (os) !!

Este é o nosso espaço, onde divido com vocês as minhas idéias, viagens, novidades sobre beleza e claro, vídeos pra lá de engraçados com dicas de cabelo, maquiagem, receitas… Tudo o que nós gostamos de saber!

O blog existe desde Outubro de 2007 e, quando comecei nessa vida de blogueira, não imaginava no que ele poderia se transformar um dia! Graças à vocês, que estão comigo todos os dias, o blog tem muitos acessos e ficou conhecido no Brasil e exterior.

Não posso deixar de mencionar um fato que sempre me faz muito feliz (muito mais do que acessos, comentários, anúncios),que é conhecer cada uma de vocês!!! Nada melhor do que fazer novas amizades, e até quem sabe, novos negócios!

Essa é a nossa casa! E vamos continuar com o nosso papinho de amigas (os)?

Beijos com carinho,
Mariah

Fale com a Mariah

Olá, bem vindos!!

Endereço para contato do Blog da Mariah:
Rua General Glicério, 870 / Centro / Araçatuba-SP / CEP: 16010-080

ou no email: [email protected]

Obrigada!!

Receba nossa newsletter

e acompanhe a Mariah nas redes sociais!

Anuncie

Tem interesse em anunciar no Blog da Mariah?
Por favor, não hesite em entrar em contato conosco no email

[email protected]

Obrigada!